“Fazer da Igreja uma rede de relações fraternas”

 

No triénio que agora findará, o Patriarcado de Lisboa propôs como objetivo, a partir da Constituição Sinodal, o tema que agora retomamos. Este não é novo, mas sempre oportuno!... Não é novo, pois o Cristianismo outra coisa não faz que reproduzir em cada tempo a vida de Jesus Cristo, anunciando o Evangelho. É sempre oportuno, porque há uma constante novidade na ação de quem age por Cristo e a partir d’Ele, que é a novidade do Espírito Santo, que renova todas as coisas. No nosso Centro Comunitário Paroquial propomo-nos refontalizar toda a ação em Cristo e aceitar ser mais plenamente veículos do Espírito Santo, que sopra onde quer (Cf. Jo 3,8). Dessa forma, seremos instrumentos nas mãos de Deus, para que o amor, sempre concreto e atuante, alcance todos os que se sentem na margem. Dinamizar a ação socio-caritativa é uma forma de fortalecer os laços que a todos nos unem, a partir dos laços com que Cristo a Ele nos une. Assim seremos verdadeiramente uma rede de relações fraternas.

 

 Pe. Rui Silva

Assistente Espiritual e Presidente do CCPR